terça-feira, 28 de dezembro de 2010

És Presença

Mesmo quando és ausência,
és muito mais do que saudade.
vontade de ver de novo,
de ver mais, de ver mais de perto, ver melhor.
E tocar, de modo que, cada toque,
eu tenha um pouco mais de ti em mim,
para que não haja mais ausência.
Te encontrar virou apenas uma questão de fechar os olhos.
Tenho confundido 'eu' com 'nós'.
Mas essa confusão só me acontece porque eu tenho certeza de tudo que eu sinto.
E o que eu sinto é o tal do amor.
Aquele surrado, mal-falado,
desacreditado e raro amor,
que eu achava que não existia mais.
Pois existe.
E arrebata, atropela, derruba,
o violento surto de felicidade
causado pelo simples vislumbre do teu rosto...

Mistura de Nós

Em nossos corpos nos perdemos
não somos donos da nossa vontade
escravizamo-nos...
Você é meu, eu sou sua
e só quando nos entregamos
libertamo-nos...
Juntos nos perdemos
nos encontramos
somos apenas um
quando enfim nos misturamos...

quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

Amei-te

Amei-te...
no primeiro instante,
no primeiro olhar!
Em ti encontrei abrigo...
afago, carinho,
mansidão!
Tua doçura me encantou...
teus sonhos, teus desejos,
teus poderes!
Minha vida tão intensa...
de realidades, de falsidades, de vida,
abriu-se para você!
Tua calmaria na minha imensidão
de sentimentos e sensações.
Calei-me para ouví-lo...
ouvi o teu silêncio!
Descobri-me...
no teu calar, no teu encantar,
no teu sonhar!
Teu sorriso, tua voz, tua magia!
Amei-te...
e neste amar, sonhei-te!
Em cada gesto, cada palavra,
teu olhar,
teu sorriso tímido.
Sinto teu cheiro, sinto tua pele,
sinto você!
Fazes parte de mim...
és meus sentidos, minha fala,
meu olhar, meu desejar.
O gosto do teu beijo,
o sussurrar no meu ouvido...
és único,
encantador, mágico!
Amei-te na ausência
e nessa ausência,
encontrei-te!
Fazes parte de mim,
da minha vida.
Amei-te...e continuei.
Amo-te!
E neste amar
me guardo e te aguardo!
A te amar...
continuarei...

Deixe-me Amar-te

Deixa-me amar-te nos meus silêncios
Na calmaria do teu coração que me acolhe
Deixa-me amar-te na minha solidão
Ainda que meus labirintos te confundam
Deixa-me amar-te sem qualquer explicação
Na ternura das tuas mãos que me sorriem
Deixa-me amar-te nos meus segredos
Para que desvendes o que também desconheço
Deixa-me amar-te nas tuas demoras, longas horas
Em que o meu corpo se veste de céu à tua espera
Enquanto as minhas mãos acendem estrelas
Para alumiar-te, ainda que ausente estejas...

sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

Não Consigo Viver Sem Ti

Noites sem saber de ti
madrugadas sem luar
no mar do meu pensamento
procuro sem encontrar
algo de bom que vivi
que me faça recordar
o som do teu pensamento
o brilho do teu olhar
Procuro até nos meus sonhos
percorrendo o areal
do deserto do meu peito
nada te faz encontrar
nem este desejo ardente
de tanto tanto te amar
e choro.. fico sem jeito
sem jeito até de pensar
sinto falta dos teus braços
do teu corpo junto ao meu
saudade dos teus abraços
que entre beijos e cansaços
me faziam ser mais eu
não sei se tu me esqueceste
não sei se até te perdi
mas por tudo o que me deste
eu não sei viver sem ti!

sexta-feira, 29 de outubro de 2010

Loucura

Que loucura a minha pensar
que pudesse arrancar você de mim...
ainda não tinha me dado conta
do quanto já sou sua enfim ...
Você está na minha mente,
no meu sonho em tudo que vejo,
em tudo que penso ...
Estou perdida neste amor imenso.
Você se apoderou de mim
de um jeito que não tem fim
sou escrava da sua vontade
não mais sou dona da minha verdade
Vem...
Leva-me de vez
e leva também
o resto da minha lucidez ...

Eco de Saudades

Dentro de mim um eco ressoa
e aos meus ouvidos entoa
palavras que um dia eu disse,
mas que hoje, não quero mais falar ...
Queria que este eco mentisse
e não mais repetisse
o que não quero escutar ...
Esta voz dentro de mim quer fazer calar,
não posso é um tormento sem fim ...
Não dá tempo, não esquece e,
por mais que eu tente ela insiste e repete
Se pudesse me viraria do avesso
arrancaria de mim este eco ...
Mas arrancar de mim esta voz
é ignorar minha própria existência
pois este grito que eu tento calar
é meu silêncio chorando sua ausência.

Amei

Amei cada despedida e cada retorno teu
Cada abraço, cada beijo.
Cada palavra dita e sublimada pelo olhar.
Amei o tempo, o espaço,
Amei o nó, amei o laço,
Que me guardaram, nos braços teus.
Amei a flor, florida vida,
Amei a lágrima escondida,
Amei a saudade e o adeus.
Hoje eu alimento cada lembrança,
Que jaz no leito, que jaz no peito,
Sonho desfeito..
Como eu te amei!
Será que amei?
A dor é íngua, corta-me as vísceras,como um defeito...
Que não tem jeito
E que não finda...
Não, meu amor, eu não te amei!
Te amo... ainda!

terça-feira, 10 de agosto de 2010

Queria

Queria desenhar corações na areia
te segurar no colo,
quando a água fria molhar seus pés.
Queria escrever nossas iniciais em árvores
pra que fique lá,
no mesmo lugar,
sempre que fossemos ver.
Queria brincar de ver desenhos em nuvens
contornar desenhos em estrelas
olhar a lua, através de seus olhos.
Queria dançar na chuva com você,
Te acolher em meus braços,
quando sentir medo dos trovões
Queria, apenas,
estar ao seu lado brincando,
te olhando, abraçando
te amando ...

segunda-feira, 19 de julho de 2010

Teu Caminho

Não consigo entender seus anseios,
seus motivos
seu caminhar incerto.
Nem essa necessidade de voltar a cada momento,
por caminhos que não chegam a lugar algum..
Não há início,
nem meio e nem fim em suas buscas,
nem percebe os caminheiros que em você esbarram.
Tão distraído está que nem olha à sua volta,
nem minha presença nota,
ao longo do seu caminho,
com todo carinho e cuidado a proteger seus rastros,
para que não se perca entre a multidão que o cerca.
Impossível tirar meus olhos de você ...
Incansável é o aguardar …
Aguardar o momento de você parar,
mesmo que seja apenas para matar a sede,
Pois carrego em meu cantil a água que lhe sustenta
Em minha mochila,
o agasalho que lhe esquenta
E em meu coração,
o amor que lhe protege e alimenta.

quarta-feira, 14 de julho de 2010

Sua Falta

Não é tanto por sentir tua falta
Mas sim pela saudade que fica
São coisas que eram tão nossas
Pequenas porém as vivemos
Os lugares nossos caminhos
As músicas, cada pedacinho
O som da voz e sorriso
O cheiro que ficou em mim
São lembranças que amargam
Os dias que morro por ti
Aqueles em que sucumbe a esperança
De ficar só com a memória
E não mais ter você em mim ...

terça-feira, 13 de julho de 2010

Só Você Não Vê

Preciso do teu toque
do seu sorriso
de você...
Só você não vê.
Preciso do teu beijo
de suas mãos
no meu corpo...
Só você não sabe.
Preciso do teu carinho
do seu sussurro mansinho
só você não sente...
Preciso de ti!
Como a planta necessita do sol para viver
Como as estrelas precisam da noite para brilhar
Como o coração precisa do peito para pulsar...
Preciso de ti... de verdade!

terça-feira, 22 de junho de 2010

Sou

Sou seus grilhões e sua liberdade
Seu desejo e sua vontade
Sou sua versão do amor
Sou seu gosto, o seu paladar
E seu sabor
Sou sua lágrima derramada
Seu sorriso mais bonito
Seu abraço colorido
Sua carícia mais ousada
Sua pele e sua cor
Sou seu cheiro de prazer
Sua alegria e sua dor
Sua louca respiração
Sua mão entrelaçada na minha
Sua boca ousada e destemida
Sou sua emoção
Sou seus versos de um poema
Seus restos de canção
Sou seu próprio coração
Um cantinho do seu céu
Um pedaço do seu chão
Sou sua amiga
Sua amada
Sua amante
Mas sou sua loba
Devoro-te, e deixo-te livre...
Sou felina, sou ousada e sou mulher...
Sou seus dias, suas noites;
Seu inicio seu meio e também seu fim
Sou sua escuridão e também sua luz...
Sou seu conflito e sua paz
O seu desejo mais oculto
Sou seu tempo de loucura
O silêncio de suas palavras
Sou seu frio e seu calor
Sou sua busca incansável de um amor!

Tempo

Procurei no tempo as respostas
Respostas para a vida
Respostas para as incertezas
Respostas para o amor
Respostas para os sonhos
Que se perderam
Procurei respostas no tempo
E o tempo me disse
-É preciso tempo... Para obter respostas
-É preciso tempo... Para amenizar as feridas
-É preciso tempo... Para calar a dor
-É preciso tempo... Para que se sonhe de novo
-É preciso tempo... Para que o amor aconteça novamente
-É preciso tempo... Para acreditar
-É preciso tempo... Para entender um adeus
-É preciso tempo... Para o tempo
-É preciso tempo... Para dar respostas ao tempo!

Saudade ...

A madrugada veio,
Senti o frio percorrer o corpo
Sozinha, olhando para o nada
Tive a sensação de que sua mão
Estava a me procurar
São saudades, são lembranças
De um amor apenas sonhado
Fica a tristeza do algo que não concretizou
Do amor que não se fez
Do olhar que não teve
Da vida que passou por nossos olhos
E nada aconteceu!

Ser Feliz


Pensar no seu sorriso me faz criança,
Imaginando paisagens e tendo sonhos.
No meu peito ainda tenho a esperança,
De um dia ser feliz e fazer muitos planos.
Eu te espero pela minha vida inteira
Mesmo que demore uma eternidade.
Quero lhe dizer a palavra certeira,
E lhe contemplar com toda a verdade.
Quero muito estar ao seu lado eternamente,
Vou fazer-te sorrir e esquecer de toda a dor.
Entrego-me a ti de corpo completamente,
O que mais quero é poder provar o seu amor.
Preciso do seu carinho para poder sonhar,
Abraçar-te e ouvir tudo aquilo que me diz.
Preciso ser muito amada para poder amar,
Estar ao seu lado e ser eternamente feliz ...

Lembranças

...e quando tudo começou,
Eu não imaginei, nem por um segundo,
Que acabaria assim...
Nem mesmo por um minuto...
Acreditei que este seria o fim!
Assim desta maneira,
Ambos disfarçando, ambos escondendo,
A dor desta maldita solidão,
Ambos se iludindo,
Tentando recuperar, o próprio coração!
Aquele que batia forte, e bate ainda...
Toda vez que te vejo,
Os dois corações, que batiam em nossos peitos!
E agora, estão despedaçados,
Quebrado em mil pedaços...
Espalhados pelo chão!
Contudo eu não me arrependo de nada!
Eu faria exatamente tudo igual!
Sim, eu me apaixonaria, eu sofreria por você...
Tudo de novo, como na primeira vez!
Por que?
Por que cada segundo valeu a pena!
Cada minuto ao seu lado,
E todo o tempo que você diz ter sido “Tempo perdido”
Não foi em vão!
Cada ferida que carrego comigo...
Tem também um pedaço do seu coração!
E dentro deste corte em meu peito,
Eu carrego a melhor parte de mim,
A melhor parte de nós dois,
A parte que você sufocou,
Sim, eu levo comigo todo o amor que restou!
Carrego em cada gota do meu sangue,
Algo de bom, que consegui guardar de ti,
As lembranças dos momentos bons,
Cada segundo e cada beijo,
Gravados e encravados em meu coração...
Lembranças...
Coisas que carrego comigo,
Para onde quer que eu vá,
E para todo o sempre...
Lembranças... Apenas isso.
E todo o amor que restou!

Sobrevivo


Dia após dia eu simplesmente sobrevivo...
Eu queria ter apenas um motivo...
Para que pudesse viver!
E não apenas sobreviver...
Sem você na minha vida eu apenas sobrevivo...
Eu queria depois de todos esses anos encontrar um sentido...
Alguém quem me desse um abrigo!
Não adianta eu não consigo!
Eu afasto tudo e todos...
Na esperança de que eles não conheçam meus dolos!
É como se com eles eu estivesse correndo perigo!
Não encontrei ainda ninguém que me oferecesse abrigo!
A verdade é que o verdadeiro amor nos torna fiel...
E seu amor mostrou pra mim um pedaço do céu...
E com isso eu sigo aqui eternamente a ti fiel!
Até que outro faça-me ver novamente o azul do céu!

sábado, 24 de abril de 2010

Se Amar

Se amar fosse apenas olhar para o céu
Não haveria razões para haver estrelas.
Se amar fosse apenas sorrir
Não haveria motivos para que alguém sorrisse conosco.
Se amar fosse apenas caminhar
Não haveria razões para a existência dos bosques encantados.
Se amar fosse apenas ver os pássaros
Não haveria motivos para ouvir seus cantos.
Se amar fosse apenas olhar as nuvens
Não haveria Razões para deixar nossa imaginação atravessá-las
Se amar fosse apenas viver
Não haveria motivos para se ter coração.
Se amar fosse apenas falar
Não haveria razões para se ouvir.
Se amar fosse apenas a beleza da rosa
Não haveria motivos para se ter o espinho.
Se amar fosse apenas fazer
Não haveria razões para ajudar.
Se amar fosse apenas dizer eu te amo
Não haveria motivos para se provar isso.
Se amar fosse viver sem ti
Não haveria razão então de viver...